Conheça o Parque

Parques Tecnológicos consistem em áreas especialmente delimitadas com o objetivo permanente de promover a pesquisa, o desenvolvimento e a inovação tecnológica, estimular a cooperação entre instituições de pesquisa, universidades e empresas e dar suporte ao desenvolvimento de atividades intensivas em conhecimento.

O Parque Tecnológico de Santos é um empreendimento para a promoção de ciência, tecnologia e é a ponte de inovação, aproximando os centros de conhecimento e aprendizagem (universidades, centros de pesquisas e escolas) do setor produtivo criador de estratégias (empresas em geral). São espaços que oferecem oportunidade para as empresas do Estado transformarem pesquisa em produto

Banner Sobre

Esses ambientes propícios para o desenvolvimento de Empresas de Base Tecnológica (EBTs) e para a difusão da Ciência, Tecnologia e Inovação transformam-se em locais que estimulam a sinergia de experiências entre as empresas, tornando-as mais competitivas. Queremos disseminar a cultura da inovação e empreendedorismo para que haja um desenvolvimento sustentável na cidade e toda a região metropolitana da Baixada Santista.

O parque tecnológico reúne empresas, profissionais, universidades e acadêmicos e fomenta a pesquisa através de parcerias e incentivos fiscais. As isenções são concedidas a empresas que operem como agências de inovação e competitividade, instituição científica e tecnológica, núcleo de inovação tecnológica, laboratório de ensaio, pesquisa científica e tecnológica ou desenvolvimento tecnológico.

Com área de abrangência que inclui os bairros do Valongo à Vila Mathias, compreendendo toda a região central e parte da Zona Intermediária, a iniciativa terá como sede um moderno edifício, que está em construção na Vila Nova, na esquina das ruas Henrique Porchat e Constituição. Além da Petrobras e Usiminas, o parque contará com a Incubadora de Empresas, integrantes do APL (Arranjo Produtivo Local) de Tecnologia da Informação, o Tecjob (Instituto de Tecnologia José Bonifácio), a Infovia, a Rede BS, universidades locais e empresas e entidades que venham a se credenciar. Também conta com a participação de entidades como Associação Comercial de Santos, Sebrae e Fiesp/CIESP.